Isolamento térmico III

Isolamento térmico III

Partilhe

Pavimentos, telhados ou coberturas

Depois do isolamento das janelas e portas e do isolamento das paredes, escrevemos agora sobre o isolamento térmico dos pavimentos, telhados ou coberuras.

Com este artigo, completamos um guia para ajudar a melhorar a eficiência energética da sua casa, se vai fazer obras de remodelação ou reabilitação.

Se o isolamento de janelas, portas e paredes se aplicam na generalidade das casas, no caso dos pavimentos e telhados podem apresentar-se em situações específicas.

É o caso das moradias e edifícios com pavimentos em contacto com o solo ou com piso de cave, que podem tornar-se frios e desconfortáveis no Inverno.

Desconfortáveis durante todo o ano, podem ser os últimos pisos das moradias ou de edifícios mais antigos com telhados em estrututura de madeira ou vigotas.

Para um resultado mais eficaz, a solução técnica adequada para cada situação deve ser avaliada e executada por equipas técnicas especializadas

Nos pavimentos, os materiais ajudam

Numa habitação em edifício colectivo, as possibilidades de melhorar o isolamento térmico do pavimento são naturalmente limitadas.

Assim, é na escolha dos materiais de revestimento que pode contribuir para essa melhoria, sendo que uns são mais eficientes do que outros.

Deve ainda considerar a localização geográfica, já que nas regiões mais quentes a retenção do calor não é tão importante quanto nas regiões de clima moderado ou frio.

O material cerâmico ou a pedra natural, com maior transmissão térmica, são menos eficientes que a madeira ou a cortiça.

Ainda assim, na madeira há a considerar a solução adoptada, já que um pavimento em peças maciças é mais eficiente do que um em laminado.

Há ainda a considerar os revestimentos com acabamento a madeira, sobre base em cortiça.

Sobre alguns tipos de pavimentos, leia a nossa publicação nas redes sociais.

isolamento térmico pavimento com cortiça

Mas pode melhorar…

Ainda assim, e se vai apenas substituir o revestimento existente, verifique se a espessura permite uma combinação de revestimento mais isolamento térmico em cortiça.

Existe no mercado, cortiça em rolo de 1,5mm a 8mm de espessura. É claro que uma maior espessura aumenta significativamente o nível de isolamento.

Com esta opção, e se vai utilizar cerâmico no novo revestimento, reduz ainda o ruído de impacto como o que é provocado pelos tacões.

Pode ainda melhorar optando pelo revestimento em cortiça, o material mais eficiente de todos, ainda que esta seja uma opção estética menos vulgar.

Se a sua utilização nas áreas sociais da casa não é uma opção para si, pense nos quartos (principalmente de crianças) e nos espaços de trabalho.

A cortiça é confortável no toque e mantém uma temperatura constante ao longo do ano.

A decoração também conta…

Por fim, não se esqueça que na decoração, a utilização de tapetes ou carpetes confere mais conforto térmico em qualquer tipo de revestimento.

Os pavimentos em pisos térreos

Se para as construções novas (fora do âmbito deste artigo) existem várias soluções técnicas mais completas, no caso de remodelações ou reabilitações estas são mais limitadas.

Se vai fazer uma reabilitação com a reconstrução do pavimento térreo, pode optar pela colocação de placas de cortiça ou poliestireno extrudido com a espessura mínima de 2cm e 3cm, respectivamente.

Ambos são aplicados sob a betonilha de regularização onde vai ser apilcado o revestimento.

Nos telhados ou coberturas

A intervenção para melhorar o isolamento térmico nos telhados das habitações no último piso de edifícios colectivos tem, tal como nos pavimentos, algumas limitações por ser parte comum.

Ainda assim, e se tiver acesso por alçapão à laje de tecto, pode colocar painéis de poliestireno extrudido sobre a área da sua casa.

Na impossibilidade da última opção, é com a execução de tectos falsos que vai conseguir melhorar o conforto térmico.

isolamento térmico telhado

Pode fazê-lo em placas de gesso cartonado (vulgo Pladur), já de si com boas características térmicas, ou outro material, criando uma caixa de ar que pode ser parcialmente preenchida com manta de lá de rocha.

No caso de uma moradia, a solução varia consoante o tipo de construção existente no telhado e o tipo de intervenção que vai realizar.

Numa construção mais recente com laje de cobertura, pode optar pela forra do vão do telhado com painéis de poliestireno extrudido ou de poliuretano projectado.

O mesmo tipo de painéis, mas numa solução mais dispendiosa (e se precisar de levantar as telhas para resolver outros problemas) devem ser colocados sob as telhas juntamente com uma membrana pára-vapor.

Numa construção mais antiga com estrutura de madeira, a solução passa igualmente pelo revestimento do vão do telhado e de toda a estrutura e dos tectos em estuque, com o poliestireno estrudido.

Nas construções antigas com pisos em meia-cave em estrutura de madeira, o isolamento pode ser feito com a aplicação de poliuretano projectado sob o pavimento e a cobrir toda a estrutura.

Outra solução, é a aplicação de placas de poliestireno extrudido fixas sob o pavimentos e a revestir a estrutura.

Tendo ambas as soluções uma aparência tosca, requer por isso a execução de tectos falsos.

Por fim, lembre-se que cada caso tem as suas particularidades, e que para um resultado eficaz, a solução técnica adequada deve ser avaliada e executada por equipas técnicas especializadas

O próximo artigo será sobre “as obras sujeitas ou não, a licenciamento camarário”,

Se está a pensar numa rebilitação, e para não ter surpresas que lhe podem fazer perder tempo e dinheiro, este artigo é importante para si.

umseisum – um interlocutor, uma responsabilidade e uma única garantia

Sobre o conforto em casa leia também:

isolamento I – Janelas e portas

Isolamento II – Paredes

A iluminação em casa

contacte-nos quero receber a newsletter
Partilhe

portfólio global

Descubra outros trabalhos desenvolvidos pela equipa da umseisum

A carregar…

Ao continuar a usar este website, você concorda com o uso de cookies. Mais informação

Este website utiliza cookies. Os cookies são pequenos ficheiros de texto gerados pelas páginas web que visita. Estes contém os dados da sessão, que podem vir a ser úteis no website posteriormente. Assim, este website memoriza informações sobre a sua visita, o que poderá facilitar a sua próxima visita e tornar o website mais útil.

Fechar